Sobre o consumo de leite

Setembro 9, 2018by orinam0
leite-1280x490.png

O leite entrou na alimentação humana, há mais de 8 mil anos atrás. Durante centenas de anos, o leite de vaca ou cabra só era consumido por bebés cujas mães não puderam amamentar. Crianças e adultos não bebiam leite de origem animal por um motivo simples: não lhes fazia bem, pois a maior parte das pessoas ainda não tinha desenvolvido as enzimas necessárias para digeri-lo.

A assimilação do leite não-humano foi um processo lento e gradual e até hoje muitas pessoas têm problemas em digeri-lo correctamente.

Diversos argumentos contra o leite apontam que o único leite adequado para os humanos é o leite materno, e que somos a única espécie que toma leite depois de crescido, além de sermos o único a tomar leite de outras espécies.

Como o nosso organismo não foi criado para digerir o leite, mesmo quem não tem intolerância apresenta consequências ao ingeri-lo: o leite é formador de muco, ou seja, não é uma boa ideia consumi-lo durante uma constipação, por exemplo!

Outra grande preocupação é a industrialização do leite de vaca. O processo de pasteurização, ao mesmo tempo em que elimina bactérias nocivas, mata também parte das propriedades nutritivas do leite. Além disso, as vacas são tratadas com antibióticos e muitas vezes hormonas e outros medicamentos que produzem um leite repleto destas substâncias, ou seja, bebemos todas estas hormonas e medicamentos por tabela.

Antes de consumir lacticínios, tente informar-se sobre os seus métodos de produção e a sua composição. Ficará surpreendido ao perceber que podem existir mais de 20 remédios para a dor, antibióticos e muito mais no leite que consome habitualmente.

Existem diversos estudos que demonstram que os seres humanos não têm nenhuma necessidade nutricional resultante do consumo de leite animal. Alguns de nós ainda acreditam que o leite é o melhor alimento para crianças e bebés, que é imprescindível para o seu crescimento saudável, e que os ossos nunca irão ser fortes se não beberem suficiente leite.

Mas a verdade é que existem muitos alimentos que contêm mais cálcio do que o leite, como por exemplo: brócolos, couve, rúcula, espinafres, oleaginosas, sementes e leguminosas.

Se após ler toda esta informação ainda quiser manter o consumo de consumir leite de origem animal, deixo-lhe algumas recomendações:

– Opte por leite orgânico: que mesmo sendo mais caro, é isento de hormonas e medicamentos
– Alterne com outros tipos de leite, como o de cabra, leite de soja (orgânico) ou de amêndoas/arroz/ aveia
– Evite consumir leite quando estiver com gripe, tosse, bronquite ou sinusite, para evitar formação de muco

Para todos aqueles que desejam eliminar o consumo de leite animal, partilho uma receita simples de como fazer o seu próprio leite vegetal em casa.

Sónia

 

BEBIDA VEGETAL DE AMÊNDOA

INGREDIENTES

1 chávena de amêndoas previamente demolhadas

1 litro de água

1 pitada de sal

1 pitada de essência de baunilha

2 tâmaras medjool previamente demolhadas

PREPARAÇÃO

Num processador de alimentos triture a água, as amêndoas, o sal, a baunilha e as tâmaras descaroçadas.
Coe o líquido e reserve no frigorífico.
Nota: As bebidas vegetais têm uma duração de cerca de 2 dias.

orinam

Scroll Up